Dá para se livrar da TPM!

Segundo uma pesquisa feita pela Unicamp (Universidade de Campinas, no interior de São Paulo), 80% das brasileiras sofrem – e muito – com os sintomas da tensão pré-menstrual. É a famosa TPM! Difícil encontrar alguém que nunca passou por alterações de humor, inchaço, irritabilidade, compulsão por doces ou dores de cabeça.

A TPM está associada aos hormônios sexuais femininos. Começa na segunda metade do ciclo menstrual e desaparece com a menstruação.

A alimentação também tem papel fundamental tanto para atenuar quanto para agravar os sintomas, como explica a ginecologista Maria Elisa Noriler. “Irritabilidade, nervosismo, depressão e crises de choro, comuns nesse período, são causados pelas baixas taxas de vitamina B6 e cálcio no organismo, que diminuem na TPM. Aposte em alimentos que contenham esses nutrientes, como salmão e bife de fígado”. Em casos em que a TPM fica difícil de controlar, deve-se buscar ajuda médica.

 

Dicas básicas

– Não trate de assuntos polêmicos com seus colegas de trabalho durante os dias de tensão. Se puder, prefira conversar sobre questões importantes quando estiver com um ótimo humor e aberta para dialogar. Quanto menos estresse, melhor!

– Pratique atividades físicas. Os exercícios físicos ajudam a diminuir as cólicas menstruais e melhoram o humor, já que aumentam a liberação de endorfina

– Evite o excesso de sódio. Presente no sal e em muitos alimentos industrializados, o sódio favorece o inchaço e a irritação, sintomas muito comuns da TPM

 

Você sabia?

Ao terminar a menstruação, acontece a produção de estrógeno. Seu pico é por volta do 14º dia do ciclo, quando começa a cair, ao mesmo tempo que aumenta a produção de progesterona. Esses dois hormônios chegam a praticamente zero durante a menstruação

 

Coma sem culpa!

Couve e espinafre = acalmam o sistema responsável pelo humor

Aveia, pão integral e castanhas = ajudam a limpar o organismo, perfeito para quem sofre de prisão de ventre na TPM

Castanhas, mel, soja, damasco seco e grão-de-bico = aumentam a produção de serotonina, o hormônio do prazer, que diminui durante a metade do ciclo menstrual

 

Fuja deles!

Café e chá mate = a cafeína presente em ambos causa agitação e pode aumentar a irritação

Refrigerantes = aumentam a retenção de líquidos e a sensação de estufamento

Frituras = causam estufamento e retém líquido, além de prejudicar o funcionamento do intestino

 

Vai um chocolate?

Muitas mulheres sentem uma vontade incontrolável de comer doces durante a TPM. Mas afinal, por que isso acontece? A nutricionista Marcia Daskal, da Recomendo Assessoria em Nutrição, explica que a oscilação hormonal durante a TPM é um fator determinante para maior procura pelo doce: “além das alterações hormonais que acontecem no período que antecede a menstruação, há também uma queda no nível de serotonina. A serotonina é o neurotransmissor responsável pela sensação de felicidade, bom humor e bem-estar. Sua baixa explica sintomas como irritabilidade, variação de humor e aumento na fome, especialmente de doces, numa tentativa do organismo de conseguir mais carboidratos que aumentem a síntese de serotonina. Por isso, mesmo quem não costuma comer doces, na TPM se volta para o açúcar como uma fonte de bem-estar”, explica.

Para não cair em tentação e comer além da conta, a nutricionista recomenda ingerir o doce antes ou depois dos exercícios físicos, pois é um alimento útil para a recuperação dos músculos. Outras alternativas são ingerir o doce depois de uma refeição ou comer um salgado antes do doce para evitar os exageros.

 

No Comments

Leave a Comment