5 Dicas para saber se está tudo bem com o bebê

Filhos não vem com manual, então ter um recém nascido em casa é um desafio enorme, especialmente para os pais de primeira viagem. É comum a mamãe ficar insegura. Para ajudar, a pediatra Dra Maria Julia Carvalho listou alguns  sinais para ajudar os papais e mamães a identificarem se tudo está indo bem com seus pequenos. Confira!

 

  1. Trocar as fraldas de 8 a 10 vezes por dia e ganho de peso contínuo

 

De acordo com a pediatra, o ganho de peso progressivo e uma diurese abundante mostra que o bebê está ingerindo uma quantidade adequada de leite. “A ingestão de leite dos bebês não costuma ser a mesma todos os dias e isso pode preocupar os pais, principalmente quando eles mamam somente no peito. O acompanhamento do peso é parte fundamental das consultas pediátricas e é um indicativo importante de saúde do bebê” complementa a especialista.

 

  1. O bebê fica quieto e atento, pelo menos alguma hora do dia

 

A especialista explica que isso acontece por que o bebê está começando a observar o mundo e aprender com os objetos e com as reações das pessoas em sua volta. “Mais ou menos a partir do 1° mês de vida, o bebê começará a ganhar mais controle dos músculos oculares e conseguirá fixar o olhar e se concentrar em algo e, assim, absorver e processar novas informações”, completa a médica.

 

  1. O bebê se acalma ao escutar música

Segundo a pediatra, os bebês são capazes de ouvir ainda dentro da barriga e reagir a esses sons. Por isso é incentivado que se converse com o bebê durante a gestação. Aquela mesma música ouvida de dentro da barriga será um calmante perfeito para o recém-nascido. Não é à toa que as canções de ninar fazem parte da infância de todo mundo. A música transmite emoções, desperta a atenção do bebê e pode acalmá-lo.

 

  1. Contato visual e risadinhas para ter atenção

 

O primeiro sorriso do bebê pode ser dado já nos primeiros dias de vida. Ele é involuntário, um reflexo motor que pode ocorrer acordando ou mesmo dormindo. Quer dizer: ainda não é para você. De qualquer forma, continua sendo irresistível e deixa os pais ainda mais apaixonados. A pediatra explica que a partir do Segundo ou terceiro mês, a criança começa a se conectar com os pais e pessoas que convivem com ela e desenvolve o chamado sorriso social, que torna-se uma forma de comunicação importante entre os pais e o bebê. “Nesse momento, o bebê entende o ambiente ao seu redor, se sente seguro e confiante e compreende que, sorrir por exemplo, é uma maneira de fazer com que as pessoas interajam mais com ele”, explica.

 

  1. Dormir por mais horas e o choro diminuir

 

Essa fase varia bastante e pode demorar mais para alguns do que para outros, porém, indica que o sistema nervoso do bebê está amadurecendo. “Diferentemente do que se pensava no passado, o sono é um processo biológico ativo que precisa ser aprendido pela criança e faz parte do seu desenvolvimento”.

 

A pediatra finaliza lembrando da importância das consultas pediátricas de rotina. “ A saúde do seu filho merece muita atenção e cuidados, e o pediatra tem um papel fundamental nessa manutenção e prevenção”, finaliza Maria Júlia.

 

No Comments

Leave a Comment