Como escolher o melhor método contraceptivo

“Uso DIU há anos e me adaptei super bem”. “Não me acostumei usando DIU porque aumentou meu fluxo menstrual”. “Não gosto de tomar pílula porque vivo me esquecendo de ingerir o comprimido”. “A pílula me fez engordar”. “Tomo pílula há anos e para mim é o melhor contraceptivo que existe”.

Quando o assunto é método contraceptivo, cada mulher tem a sua própria opinião, o que é muito natural, se levarmos em conta a experiência de uso de cada uma. Entretanto, muitas vezes a gente acaba deixando de usar um método contraceptivo simplesmente porque nos deixamos influenciar pelos resultados que outras pessoas tiveram, certo?

 

#VamosDecidirJuntos

Para desmistificar todas as dúvidas que existem sobre o assunto, a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) acaba de criar a campanha #VamosDecidirJuntos e que visa justamente conscientizar nós, mulheres, sobre como escolher o melhor método contraceptivo de maneira consciente. Afinal, o que é bom para você, pode não ser bom para mim e vice-versa, não é verdade?

“É preciso entender que não existe o melhor anticoncepcional, existe o mais adequado para cada paciente de acordo com as necessidades de cada momento de sua vida. Com essa ação, queremos incentivar o diálogo aberto e transparente sobre contracepção”, explica o ginecologista César Eduardo Fernandes, presidente da Febrasgo. “Essa campanha ajudará as mulheres a ampliar a conversa sobre o tema e desmistificar questões importantes como os efeitos raros da pílula como a trombose. Pouco é discutido, mas o número de casos de trombose tem incidência maior no pós-parto, por exemplo”, finaliza.

A campanha completa está disponível no site www.vamosdecidirjuntos.com.br e traz informações seguras e baseadas em orientações médicas, vídeos com especialistas, textos e artigos sobre o tema. O portal oferece, ainda, um espaço para que as mulheres tirem suas dúvidas sobre os métodos contraceptivos. Tudo isso para estimular que a mulher faça uma auto-reflexão sobre sua vida sexual, seu momento de vida e sua saúde e leve os questionamentos para seu médico.

 

Conheça os métodos contraceptivos

 

Os métodos contraceptivos podem ser divididos em dois principais grupos, os reversíveis e os definitivos:

 

  • Métodos Reversíveis: Hormonais, Barreira, Comportamentais, Dispositivo Intrauterino (DIU) e Contraceptivo de emergência (CE)

 

  • Métodos Definitivos: Esterilização Feminina (Laqueadura Tubária) e Esterilização Masculina (Vasectomia)

 

Podem, ainda, serem classificados como:

 

  • Métodos Hormonais Combinados: contraceptivo oral combinado (COC, ou pílula combinada), Anel Vaginal, Adesivo Transdérmico, Injetável Mensal
  • Métodos Hormonais só de Progestagênio: Pílula de Progestagênio, Implante Subdérmico, Injetável Trimestral, DIU Hormonal
  • Métodos não hormonais: DIU de cobre, diafragma, preservativos masculino e feminino e métodos comportamentais.

 

 

E não se esqueça: a MELHOR pessoa para te ajudar a decidir o contraceptivo ideal para você não é a sua amiga, mas sim o ginecologista, ok? Isso porque todas as substâncias hormonais são medicamentos, portanto, possuem contra-indicações e efeitos colaterais. Daí a importância de ser um médico especialista a analisar o seu caso e te orientar direitinho.

No Comments

Leave a Comment