Como praticar CrossFit de forma segura

 

Verdadeira febre nas academias, o CrossFit – esporte de alta intensidade, que promete queimar até mil calorias por hora e proporciona condicionamento físico por meio de movimentos que mesclam levantamento de peso, ginástica olímpica e cardio, pode causar sérias lesões aos praticantes que não seguem as orientações de um profissional qualificado ou não possuem preparo adequado para a prática da atividade.

“Vários dos exercícios exigem que o aluno erga rapidamente o braço carregando uma grande quantidade de peso, o que acarreta lesões no ombro”, explica o fisioterapeuta André Nogueira, sócio-fundador da Club Fisio.

Já as lesões no joelho estão associadas à prática incorreta dos exercícios e sua repetição. “O agachamento, por exemplo, é praticado no CrossFit com aumento de angulação, ou seja, o aluno precisa descer até quase o chão e voltar. Isso, segundo o especialista, pode causar sobrecarga na articulação do joelho. Quando você passa de uma angulação acima de 60°, aumenta a sobrecarga da articulação patelofemoral – entre a patela e o fêmur, causando desgaste da cartilagem e a longo prazo pode gerar uma artrose”, explica.

Na coluna, os movimentos de torção são os vilões. A carga excessiva de peso associada a uma postura errada nos exercícios é fatal para a coluna. “Movimentos errados podem acarretar dores na coluna, em hérnias de disco e até em cirurgia”, revela Nogueira.

No entanto, o fisioterapeuta não desaconselha a prática do esporte, principalmente para quem acha a musculação monótona. Mas alerta que, para segurança e eficácia do CrossFit, é necessário um acompanhamento de um especialista.

No Comments

Leave a Comment